Abaixo se elencam as principais modalidades de investimento que compõem as esferas Private Equity e Venture Capital:

Seed: empresa em fase de pré-incubação ou incubação. Investimento inicial em pesquisa de produto/serviço ou teste de conceito (proof of concept). Investimentos normalmente realizados por organizações gestoras e instituições especializadas em capital semente ou investidores-anjos.

Startup: conceito do produto já testado. O investimento é usado para continuar o desenvolvimento e teste do produto/serviço e iniciar o esforço de marketing. O produto/serviço ainda não está estabelecido comercialmente no mercado. Investimentos normalmente realizados por Organizações Gestoras e instituições de Venture Capital (first round) ou capital- semente.

Greenfield: investimento em uma nova planta em área com pouca ou nenhuma estrutura física e/ou instalações pré-existentes. Normalmente relacionado com investimentos imobiliários, florestais e em infra-estrutura.

Venture Capital – Early Stage: produto/serviço já desenvolvido (beta test já completo e aprovado). O investimento é usado para o inicio da comercialização e a empresa já se encontra em fase operacional, embora ainda não tenha atingido o break-even. Nesta fase, normalmente, realiza-se o primeiro investimento “clássico” de Venture Capital propriamente dito (first stage ou first round financing).

Venture Capital – Later Stage: a empresa já atingiu a fase de comercialização plena do produto e a sua rápida expansão requer mais recursos do que podem ser criados pela geração interna de fundos para ampliar a comercialização, melhoraria de produto, aumento da capacidade produtiva etc. A empresa pode ou não ter atingido o break-even. Segundo o modelo “clássico”, durante essa fase, novos investimentos de Venture Capital são esperados pela empresa (second e third rounds financing).

Private Equity – Growth: investimento em uma empresa relativamente madura, utilizado para expandir ou reestruturar as operações, entrar em novos mercados ou financiar aquisições.

Private Equity – Later Stage & Buyout: investimento usado para ampliação ou até reestruturação de companhias em estágios avançados de desenvolvimento. Pode ou não incluir aquisição de controle, mas usualmente o inclui.

Balanceado (Balanced): veículos que procuram oportunidades de investimento não apenas em um estágio de investimento ou em um grupo coeso de estágios de investimento, mas, sim, considera-se em busca de oportunidades de investimento em diversos setores, variando seus investimentos de acordo com a ocasião/oportunidade

Quais as etapas de um ciclo de Private Equity e Venture Capital?

O Ciclo de PE/VC é composto de quatro etapas principais: (i) Captação de recursos; (ii) Origem e seleção do fluxo de oportunidades; (iii) negociação e estruturação de investimentos; e (iv) saída ou desinvestimento.

Qual a importância de Investidores Anjo, Seed e Venture Capitalists para a afloração do empreendedorismo?

Investidores Anjo, Seed e Venture Capitalists são importantes atores para a afloração do empreendedorismo pois, a partir da governança corporativa e do aporte financeiro, potencializam o crescimento das empresas investidas, contribuindo para a promoção de um universo favorável a empreendedores.